Comunidade Mandela de Pedra (2002)
Rio de Janeiro/RJ

Atualmente, o paradigma de intervenções em favelas cariocas prega a não-intervenção na esfera privada (residências), focando fundamentalmente as ações de projeto na esfera pública. Entretanto, existem condições críticas, como na Mandela de Pedra (região de Manguinhos), onde a precariedade das habitações e o risco de erosão do terreno conduziram a uma solução que prevê a completa remodelação da comunidade. A proposta administra os conceitos de integração e senso comunitário, próprios desse tipo de assentamento. A rede de infra-estrutura (gás, água, eletricidade etc.) apresenta-se como um elemento arquitetônico forte e organizador em meio à trama residencial.
 


 



  Flavio Castellotti